a resiliência

Acepções
substantivo feminino
1    Rubrica: física.
     propriedade que alguns corpos apresentam de retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica
2    Derivação: sentido figurado.
     capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças

  ...

os dias estavam sendo longos. sorte é que eu fico muito cansada, e preciso dormir cedo. senão teriam sido dias mais longos ainda.
quem tem filhos sabe que eles entram em férias. diferentemente dos adultos, que trabalham o ano todo pensando nas férias, fazendo planos, contraindo dívidas, as crianças entram em férias e nem se dão conta. "sim, filho, você está de férias" é uma frase que é repetida dezenas de vezes. ou "você ainda tem 26 dias de férias". e como crianças são mais sábias que nós, adultos, a vida deles segue tranquila mesmo durante as férias. eles acordam no mesmo horário, e ficam prontos para fazer coisas, passear, brincar. mas nós, adultos, não temos 30 dias de férias em julho mais quase 60 dias de férias no verão mais as delicadas férias da primavera - privilégio dos que estudam em escolas waldorf.
e então eles entraram em férias.
na mesma semana, ou melhor, uma semana antes, meu banheiro tinha tido o piso quebrado e refeito. o piso, somente, porque o banheiro segue em obras e a privada e o armário verde água decoram o corredor do meu pequeno apartamento.
na mesma semana, meus pais vieram de porto alegre para passar os dias de férias com os netos. "tamos indo pr'aí pra cuidar das crianças", anunciou meu pai pelo telefone.
e, na mesma semana, trabalhos cujos prazos estavam havia muito estourados tiveram de ser finalizados.
e então me veio essa palavra tão feia e tão comumente usada: resiliência. muita inspiração, muita expiração, muita concentração.
as pequenas férias da primavera acabaram, e os olhos das crianças brilhavam de alegria. os avós voltaram pra casa deles. e o despertador voltou a tocar quando o sol ainda nem acordou.
é engraçado como dá trabalho a "capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptadr à má sorte ou às mudanças". muito trabalho. é uma musculação da alma, como diz o roberto. 
e para fechar com chave de ouro a semana tão cheia, tiramos as telas protetoras de todas as janelas assim que chegamos do aeroporto, depois de dar tchau pro nonno e pra vovó. com escada, banquinho, cadeiras, rodo, pá com cabo longo, tesoura, canivete, fomos tirando. usamos uma escada do lado de fora, mas ficamos com medo de saltar da escada pro pequeno espaço que tem pro lado de fora da janela - não sei como chama essa micro laje. ventava muitíssimo. voltamos pra dentro de casa, e terminamos o trabalho. não sabíamos que exigia tanta concentração. foi um trabalho delicado. e libertador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

as dores do chute na bunda

sobre o dia em que fui ao fórum falar a verdade e nada mais que a verdade

bom te ver!