amor, raya, ahava e dod

li num artigo do New York Times, faz um tempo, que tem o povo que faz "slow blogging". eu, que escrevia mais do que escrevo aqui mas ainda assim escrevia pouco para um blog, adorei o nome que deram às pessoas que escrevem assim, devagar. mas agora, que estou escrevendo mais devagar ainda, preciso achar um nome melhor.
sempre existe um bom motivo. ou estamos trabalhando muito, ou estamos de férias, ou o que mais?, estamos sem ideias. mas dessa vez foi diferente.
fui assistir a uma palestra sobre educação sexual. não esperava nada. mas sabia que seria bom, porque na escola dos meus filhos a educação dos pais não é menos importante que a educação dos nossos filhos. e eles se esmeram.
e eu, que tive aulas sobre o tema quando estava na escola, lembrava dos desenhos dos aparelhos reprodutores feminino e masculino. uau!, super estimulante. e eis que a médica começa falando de amor. ainda agora me sinto boba, passada mais de uma semana. não devo ter ido à escola no dia em que a abordagem da aula de educação sexual foi sobre amor - ah ah ah. tampouco devo ter aprendido a lição nos meus dois casamentos. chega de ah ah ah, porque não tem graça nenhuma.
eu não vou repetir aqui o que a ana paula cury falou. mas não posso deixar de escrever uns pontos belos. ao citar rubem alves, ela pergunta: "onde guardamos nossos olhos: na caixa de ferramentas ou na caixa de brinquedos?". sorte que levei lenços kleenex.
e na hora de encerrar, essa mulher maravilhosa nos apresentou um vídeo, intitulado flame. nele, um pastor norte-americano fala das três palavras em hebraico para amor, usadas no cântico dos cânticos, na bíblia.
uma delas é raya. que é quando temos amizade, companheirismo. a alma-gêmea. outra é ahava. o desejo de estar tanto com alguém que doi no seu coração, nas palavras de rob bell. e a terceira é dod, a paixão, a chama, o desejo.
o vídeo pode ser visto no youtube, mas falta qualidade na imagem. mas pode ser baixado por US$ 1 no site da flannel. e o vídeo chama flame porque rob bell fala de como é importante manter acesas as chamas de raya, ahava e dod para uma verdadeira história de amor.
elementar, não? não. mas lindo, lindo de morrer.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

as dores do chute na bunda

sobre o dia em que fui ao fórum falar a verdade e nada mais que a verdade

bom te ver!