elucubrações pós boteco

fomos para o boteco. poucas pessoas do escritório vão pro boteco, mas hoje, excepcionalmente, éramos uns 20.
mais homens do que mulheres. e então vem a pérola: os requisitos para contratação eram os seguintes:
1 - é bonita?
2 - é gostosa?
3 - é praticante do amor livre? (seja lá o que essa pergunta significa)
4 - não tem preconceito com homens casados?
5 - quer subir na carreira?
ah ah ah mil vezes. sim, ele devia estar brincando. eu o admiro, e dia desses fiz um jantar para ele e outros amigos. deve ser uma piada.
...
converso com um colega. e ele me conta que a mãe dele era "HIV positivo". fico quieta, e ele me diz que quando os pais se separaram, a mãe foi viver a vida dela, e o pai ficou com a guarda dele. "você tem uma boa imagem das mulheres?", pergunto. ele diz que sim. que depois de anos de terapia, entende que a mãe foi viver a vida dela. "ela sempre fez o que quis." fiquei muito tocada. tenho a impressão de que ele a perdoou.
...
o pai dele era alcoólatra. uns anos antes de morrer, parou de beber. mas ele me pergunta se alguém da minha família é alcoólatra. digo que sim. um ex-cunhado. ah ah ah, isso parece uma piada para ele, penso. ele me fala sobre os perrengues da vida, mas só entram na pauta as coisas mais óbvias. I am sorry, love, but my life hasn't been that awful. sempre o mesmo pensamento imbecil. 
o que é ruim para nós? falta de dinheiro, bofetadas, embriaguez. e o resto? e as entrelinhas? e os "você tem de ser correto limpo inteligente gentil bem sucedido e o resto que se foda?".
...
querido, você quer namorar comigo? adoro as frases impossíveis. e tenho ódio delas. espero respeito, sempre. e por isso faço um esforço hercúleo para DIZER cada vez menos. esses meninos maravilhosos gostosos e não disponíveis são insuportáveis.
...
eu estava aflita. tinha de ir pra casa. então liguei e dispensei a empregada. meu filho podia ficar sozinho meia hora. alívio. quando cheguei em casa, claro, tudo estava na santa paz.
...
um sentimento novo. a liberdade. eu também faço o que quero, e ninguém me impede. mesmo com 42 anos, mãe de dois filhos que eu crio sozinha e morando na cidade fucking-mega-cinza-sem-nenhum-parente-daqueles-que-cuidam-das-crianças-sempre.
desculpa meu bem. mulheres gordas ficam magras e mulheres que cuidam de filhos voltam a trabalhar. desculpa meu bem mas mulheres com filhos e sem maridos são felizes alegres e divertidas, trabalham bem e ganham o suficiente para não faltar o essencial. desculpa meu bem mas o essencial não está à venda. desculpa meu bem mas a beleza vem de dentro e não acontece sem alegria.
vou tentar rir sozinha. mas isso é duro.
...
preguiça. estou te esperando. por que você demorou tanto?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

as dores do chute na bunda

sobre o dia em que fui ao fórum falar a verdade e nada mais que a verdade

bom te ver!