eu babo

eu estava trabalhando, era tarde para os meus parâmetros de vovozinha, e eu escrevi num pedaço de papel "eu babo, tu babas, ele baba". naquele momento eu de fato estava babando, exausta. e achei que o que coloquei entre aspas seria um excelente começo de um texto para este blog.
hoje de manhã, quando olhei todas as anotações em todos os pedaços de papeis, na agenda e no caderno do trabalho para começar o dia, pensei meu-deus-que-ideia-idiota. mas eis que passadas umas 24 horas, estou aqui novamente babando! mas que coisa!
enquanto dirigia de volta pra casa, há pouco, pensava de novo na ideia do eu babo tu babas etc, e em como isso podia dizer respeito à vida se não de 100% dos pais e mães de gente com menos de 15 anos no planeta, de uns 99,5%, numa visão pessimista.
eu ando muito brava. e tenho a impressão de que a minha braveza colabora pro meu estado estou-babando. mas não só. cheguei ao escritório hoje às 7am, e saí um pouco depois das 6pm. e durante esse tempo, trabalhei ininterruptamente. lógico, isso não é razoável.
mas voltando à braveza, apesar de adorar trabalhar, tenho horror de trabalhar em excesso. e também tenho horror de lidar com pessoas bestas - e hoje lidei com algumas. ai ai ai.
quando cheguei em casa, certa de que meus herdeiros estariam na cama dormindo, eles estavam vendo TV. uma toalha de banho molhada jazia sobre uma poltrona na sala, e a banheira estava cheia. ao lado da banheira, a coleção de pollys da minha filha coloria a borda da banheira - coloria não, porque continua colorindo neste momento. a torneira da pia da cozinha pingava alucinadamente, e o encanador que já me cobrou R$ 120 em reparos da torneira não atendeu o celular. deixei recado.
quando abri a geladeira, percebi a ausência de t-o-d-a-s as comidinhas que deveriam estar ali dentro para o fim de semana, como arroz, grão de bico, cenoura ralada, couve-flor. liguei pra doce nalva, que tinha acabado de ir embora, e ela me disse, mui tranquilamente, ah-esqueci-comecei-a-fazer-outras-coisas-e-esqueci. as outras coisas eram buscar meus filhos na escola, fazer pão e um bolo, cozinhar arroz e lentilha pro almoço. tá fácil.
fico pensando em como eu diria, no trabalho, que esqueci de fazer 8 tarefas das 12 que eu teria de fazer num dia. ah-esqueci. lindo.
aí que depois de expor minhas lamentações, me lembrei de por que tinha achado o eu babo tu babas blá blá blá significante ontem à noite: fui convidada para uma festa sensacional. passei a semana pensando nisso, ó-que-legal-vou-me-organizar, e ontem me dei conta de que eu não iria na festa, que é hoje, nem que me pagassem muito bem. simplesmente porque eu estava babando, e ninguém vai a uma festa para dançar encontrar muita gente conhecida tomar cerveja e dar risada nesse estado.
ema ema ema cada um com os seus problemas. hum, adoro frases idiotas.
vou dormir pensando que o mau humor pode ir embora e trazer de volta o bom humor. y otras cositas más, que fazem tanta falta nesses dias.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

as dores do chute na bunda

sobre o dia em que fui ao fórum falar a verdade e nada mais que a verdade

bom te ver!