domingo, 28 de maio de 2017

como adoçar e aquecer um domingo com os biscoitos da prof dora

desde sempre eu acho divertido estar na cozinha. mesmo nunca tendo sido uma criança daquelas que recebem elogios por conta das habilidades com comidinhas de verdade.
num natal, ganhei um livrinho de receitas, e resolvi experimentar uma das receitas. para isso, preparei uma mesinha no quintal da casa onde morávamos. não lembro o que era a receita que eu tentei fazer, mas imagino que era um bolo ou biscoitos. tenho somente uma vaga lembrança de tudo dar muito errado, de os ingredientes virarem uma meleca dentro da bacia onde eu os misturava. talvez uma batedeira tenha sido envolvida - mas como eu ligaria a batedeira no quintal? não lembro dos detalhes, mas lembro que no fim, tudo foi pro lixo.
uns anos mais tarde, um grupo de meninas da turma da escola se reunia na casa de uma de nós para fazer um bolo e compartilhar a receita com as amigas. devíamos ter uns 12, 13 anos. talvez 14. achávamos essa reunião muito divertida. agora as minhas receitas já viravam um bolo, e dos bons.
mas depois que a gente cresce, casa e procria, a gente passa a ter uma fada em casa, e as aventuras na cozinha diminuem - ou terminam. nossa fada, por muitos anos, respondia por nalva. e todas as delícias que a gente comia em casa eram feitas pelas mãozinhas da nalva. bolos, biscoitos, pães, suflês, sopas.
ainda que eu não colocasse a mão na massa - almoços e jantares em casa eram preparados pela nalva, os bolos que comíamos em casa ou que eu levava a reuniões também, assim como pratos para levar a jantares na casa de amigos e bolos de aniversário -, eu segui anotando receitas.
e hoje, em vez de encher o carrinho do supermercado de cookies bauducco ou de biscoitinhos integrais mãe terra, eu resolvi fazer os maravilhosos biscoitos de aveia que a professora dora nos ensinou. no caso, todos os pais da classe do 1º ano do colégio micael. isso faz oito anos. eu lembrava que os biscoitos eram uma delícia, porque a nalva fazia para o lanche das crianças. mas eu nunca tinha tentado fazer.

 essa é a massa super fácil


a receita é incrivelmente fácil. e os ingredientes são simples, daqueles que a gente sempre tem casa.

BISCOITOS DE AVEIA DA PROF DORA

ingreditentes

2 xic de aveia fina
1 xic de farinha de trigo
1 xic de açúcar mascavo
1 ovo
120g de manteiga sem sail

modo de preparo

misturar todos os ingredientes em uma bacia. fazer bolinhas e colocar em uma forma. levar para assar em forno pré-aquecido. tirar do forno assim que sentir o cheiro bom dos biscoitos assados (mais ou menos 15 minutos). deixar esfriar e guardar em um vidro hermeticamente fechado.

os biscoitos prontos

como toda receita, a gente pode adaptar pra o que tem em casa. eu achei a massa um pouco seca, e coloquei uma colher cheia de óleo de coco. e também coloquei chocolate em pó. e ainda um pouco de canela. ah, e a aveia que eu tinha era a grossa, não a fina. por isso o biscoito ficou tão lindo!
pode-se colocar uva passa ou qualquer noz - castanha do pará, avelã, nozes. eu não coloquei porque queria ver como ficava com chocolate e canela.
ficou s-e-n-s-a-c-i-o-n-a-l. dei pros meus filhos provarem assim que tirei do forno, que é o melhor momento de se provar um biscoito. depois proibi repetecos, senão não teríamos almoço hoje, porque as barrigas ficariam cheias de aveia...
enquanto eu ia mexendo essa massa incrivelmente fácil e deliciosa, eu fiquei pensando na alegria que eu sinto quando estou na cozinha fazendo algo com amor. por "algo" eu quero dizer qualquer coisa, desde preparar uma refeição até lavar os pratos do café da manhã. mas assar biscoitos traz mais alegria ainda, porque você tem que meter as mãos na massa e lambuzá-las para fazer as bolinhas. e depois você tem de ficar perto do forno para espiar os biscoitinhos assando e não deixá-los assar demais. e, melhor de tudo, a casa fica toda perfumada.
o único problema é que os 60 biscoitos devem terminar muito antes desta semana acabar. quando eu voltarei pra cozinha pra experimentar outra versão. com nozes.
bom domingo.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário